CARROS IMPORTADOS – VALE A PENA IMPORTAR?
4.71 (94.29%) 21

Será que realmente compensa importar carros?

Você sabia que em média o imposto sobre um carro pode ultrapassar 50% do valor original? Pois é, infelizmente isso é verdade. O governo faz o cálculo do imposto embutido no produto, criando uma ilusão de percentual menor. Mas talvez já tenha passado pela sua cabeça: E se eu importasse o carro? Será que vale a pena? Pois como sabemos o mesmo carro nos EUA custa praticamente 50% mais barato no mínimo. E a resposta é sim. Dependendo do modelo do carro, você consegue economizar cerca de 30% a 40% do valor na importação, e isso tudo legalizado. Mas para isso, é preciso verificar se você tem o perfil para atender determinadas condições que são impostas. Então, vamos ver alguns detalhes sobre a importação de carros.

Veja também!

 

1 – PROIBIÇÃO

A primeira informação que você precisa saber é que a importação de veículos só é permitido para carros novos ou com mais de 30 anos, caso você comprove que é colecionador. Então, isso significa que carros com 1 ano de uso não podem ser importados.

 2 – MODELO DO VEÍCULO

A importação de carros populares como o Fiesta não é muito vantajoso devido a pequena diferença de impostos e taxas. A real vantagem está inserida em carros mais caros como o Chevrolet Camaro ou o Ford Mustang por exemplo. Pode ser importado qualquer veículo de qualquer país, porém existem algumas restrições para carros a diesel sem tração ou com capacidade que esteja acima de 1t (uma tonelada).

mustang e camaro

3 – BUROCRACIA

Talvez aqui esteja um dos itens mais trabalhosos, mas no final poderá valer cada tempo gasto. O primeiro passo após a escolha do carro na loja do país que você determinou é a inscrição do SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior) na Receita Federal. Aqui você precisará apresentar uma série de documentos relacionados ao Detran, dados pessoais, renda, conta bancária, entre outros, com isso será emitido sua Licença de Importação. Ainda na Receita Federal você precisa fazer o credenciamento no sistema Radar, como importador do tipo pessoa física.

Também é preciso solicitar na loja o Pro-Forma (documento da transação comercial e dados do despacho e pagamento). No caso de carros mais potentes, o que talvez pode ser o desejo da grande maioria, será necessário ir ao IBAMA declarar a emissão e ruído para obter a LCMV (Licença para Uso da Configuração do Veículo Automotor) e ir ao Denatran para solicitar um CAT (Certificado de Adequação à Legislação Nacional de Trânsito)

5 – IMPOSTOS

impostos

 

Bem, aqui vai a parte triste do processo. Para importar carros é necessário pagar os seguintes impostos: 35% para o Imposto de Importação, 55% para o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), 12% para PIS, COFINS e ICMS que como sabem, varia de estado para estado. Uma dica de ouro que gostaria de compartilhar é que é possível obter a isenção do IPI, pois existe uma jurisprudência que determina o não pagamento do IPI no caso de importação de veículos por pessoas físicas

 

6 – VANTAGEM FINANCEIRA

E finalmente chegamos a maior vantagem de se importar um carro: o preço. Vou apresentar aqui uma pequena demonstração. Vamos supor que você importe um Chevrolet Camaro Cupê. Nos EUA custa U$ 38.300 (trinta e oito mil, trezentos dólares), vamos pegar a cotação do dólar a R$ 2,58 (04/12). Então esse carro custa R$ 98.814,00. No Brasil, está saindo por R$ 227.746,00 (duzentos e vinte e sete mil, setecentos e quarenta e seis reais).

Agora vamos as taxas:

Despachante: R$ 1.000,00 + taxas portuárias: R$ 3.000,00 + o imposto de importação (35%): R$ 34.584,90 + ICMS (18% para SP): R$ 17.786.52 + Pis e Cofins (12%): R$ 11.857,68 + média de frete: R$ 6.000,00. Teremos um total de R$ 173.043,10. Simplesmente uma diferença astronômica de R$ 54.702,90. Realmente nesse caso é muito vantajoso importar o carro.

Agora, perceba que como já mencionei anteriormente, nem sempre vale a pena importar carros, como é o caso de veículos com valores menores.  Temos como exemplo o Cruze LTZ que nos EUA que custa U$ 17.745, convertendo para reais sair por R$ 45.782,21. No Brasil está saindo por R$ 86.900,00. Se incluirmos os impostos listados anteriormente teremos o valor final do carro importado por aproximadamente R$ 85.000,00. Portanto, é visível que não vale a pena importar esse tipo de carro.

Com isso concluímos que é vantajoso importar carros se você tiver o perfil para comprar carros mais caros, lembrando que todos os valores e taxas precisam ser pagos à vista e ter a paciência de aguardar em média 100 dias até a chegada no porto. Se você estiver nesse perfil, vá em frente buscar o carro dos seus sonhos e não esqueça de me chamar para darmos uma volta, ok? Grande abraço e até mais.

 

Alguma dúvida ou sugestão? comente abaixo!

Gostou? Compartilhe!