COMO IMPORTAR DA CHINA – 7 DICAS VALIOSAS
4.6 (92%) 25

Conheça agora 7 dicas para importar da China

 

Estamos vivendo em um momento de grandes mudanças comerciais e empresariais e a cada dia surgem novas estratégias de empreendedorismo e excelentes oportunidades para aqueles que desejam ter o seu próprio negócio de forma rentável e inteligente. E um excelente caminho dentre tantos outros seria a importação de produtos de outros países, principalmente da China.

A grande vantagem dos produtos da China sem sombra de dúvidas são os preços, que podem chegar a ter uma diferença de até 80% em relação ao mercado nacional e isso pode significar uma grande oportunidade para iniciar um negócio com ótima rentabilidade. E não devemos pensar que os produtos vindos da China são todos falsificados, pois existem grandes fábricas estabelecidas lá pelo fato de haver uma redução muito grande de custo, principalmente da mão de obra. Esse é um dos principais motivos pelo qual os preços são mais baratos. Por isso, gostaria de apresentar aqui 7 dicas interessantes para importar da China.

Veja também!

 

1 – CONHEÇA OS RISCOS

Antes de realizar qualquer compra na China é preciso entender que há riscos como em qualquer negócio. RiscoQuando se compra um produto de outro país você está realizando uma importação e conforme as leis brasileiras todos os produtos importados são taxados, ou seja, sofrem a incidência de impostos. Mas existem mecanismos para reduzir esses riscos. O primeiro deles é verificar junto ao fornecedor o envio do pacote como forma de “gift” que em inglês significa “presente”. Dessa forma a alfândega poderá entender que se trata de uma encomenda pessoal e não comercial e isso faz com que reduza o risco da cobrança de taxas, lembrando que o envio precisa ser feito de pessoa física para pessoa física. Outro fator importante é iniciar o projeto com cautela pois como trata-se de um mercado externo, podem ocorrer diversos imprevistos como alteração na economia, na bolsa de valores local ou mundial, uma guerra não prevista, enfim, são diversos os fatores que rodeiam o mundo comercial e financeiro mundial. Para tanto, sugiro que as primeiras compras sejam feitas de forma a adquirir experiência com todo o processo e também no estreitamento com os fornecedores.

2 – AVALIE O MERCADO

É extremamente importante conhecer o produto que se deseja importar pois dependendo da época alguns produtos terão mais facilidade para vender e com Work [320x200]certeza o impacto dos lucros será maior. Datas comemorativas como dia das mães, dia dos pais, dias das crianças e natal têm maiores índices de vendas. Portanto, o tipo do produto será o diferencial em cada data e para isso é preciso realizar pesquisas antecipadas dos produtos mais procurados levando-se em conta tendências e preços. Uma dica muito legal é pesquisar em lojas on line como: mercado livre, bom negócio, Buscapé, entre outros, os produtos que são mais procurados, pois a partir daí é possível ter um parâmetro do que sai mais ou menos. Não confie em sua opinião, tenha em mente que os consumidores podem ter um gosto completamente diferente do seu.

3 – TEMPO DE ENTREGA

Esse ponto é algo que deixa muitos clientes ansiosos e pode criar sérias dores Tempo de cabeça. 17.620 km é exatamente a distância entre São Paulo e Beijing na China. Então, você pode imaginar que provavelmente a entrega não seja tão rápida quanto a pizzaria de seu bairro. Existem diversas empresas internacionais de frete como EMS, DHL, FEDEX, UPS, entre outros. Você perceberá que as empresas de frete da China como o China Post Air Mail são mais baratos que por exemplo o EMS pois o tempo de entrega é maior, em média de 30 a 60 dias. Mas pode chegar a 120 dias dependendo da época, de atrasos ou greves. A escolha por empresas de entregas rápidas como DHL ou FEDEX não é interessante pois a chance de ser taxado é de praticamente 100% devido ao processo de recolhimento de impostos. A melhor estratégia para Importar da China seria utilizar o serviço mais demorado se você quiser reduzir o risco de ser taxado. Por isso, é muito importante que você avalie o período de compra com o período de chegada do produto. Geralmente o prazo de saída da China para o Brasil pode levar em média de 15 a 25 dias e o restante do período seria a burocracia de envio dos Correios e da Receita Federal.  Faça um planejamento antecipado de suas compras e conte sempre com imprevistos e prazos extensos para que você possa evitar preocupações excessivas e desnecessárias. Um dica é que você pode monitorar seu frete através do número de rastreio que a empresa lhe concede. Você pode acompanhar tanto pelo sistema da empresa internacional quanto pelo site dos Correios, mas lembre-se que o sistema não é tão pontual e também há um intervalo para a sua atualização.

4 – SITES DA CHINA

Segue aqui os principais portais da China que vão facilitar suas compras. Neles é como comprar no aliexpresspossível encontrar diversas lojas que se unem para oferecer as melhores ofertas. O 1º deles é o Aliexpress, que praticamente é conhecido como o Ebay da China. Tem de tudo e com promoções quase que diárias. O acesso é extremamente fácil e funciona como um grande shopping onde os lojistas demonstram seus produtos e ofertas. Uma coisa bem legal é que eles tem um link exclusivo para os brasileiros. Outro muito acessado é o DealExtreme que também tem a tradução para o português. Possui o mesmo molde do anterior. Temos também o Focalprice que tem mais de 70.000 itens em um site bem clean. Para quem opera com Drop Shipping é interessante pois têm frete grátis para o Brasil. Para quem gosta de games e consoles, eu aconselho o Play-Asia, uma loja virtual que tem inúmeros itens e atenção especial para o sistema de leilão onde pode-se encontrar jogos pela metade do preço.

5 – MELHORES FORNECEDORES

Fornecedor

 

Sem dúvida, uma atenção muito especial aqui. Como em qualquer negócio, a escolha pelos melhores fornecedores garantem excelentes frutos e no caso de importar da China não é diferente, diria que requer ainda mais atenção. Entre os fornecedores podemos destacar a Mixmelot onde encontramos produtos com qualidade e de origem confiável e também é possível encontrar preço de atacado. Temos também a BuyinCoins, TinyDeal, PandaWill, ChinaBuye, DinoDirect, Miniinthebox, DealsMachine, entre outros.

 

6 – EMBALAGEM

BOX Aqui está uma dica muito interessante. A forma como o produto é embalado também pode reduzir o risco de ser taxado. O ideal é que na embalagem não conste nenhum logo do produto, pois isso pode caracterizar um envio de empresa para pessoa física. Outro detalhe importante é o tamanho do pacote. Prefira pacotes pequenos que chamam menos a atenção. É óbvio que se você importar uma TV de 40 polegadas chamará a atenção da fiscalização e com certeza terá seu produto taxado.

 

7 – NOTA

Se possível, peça para que o preenchimento da nota (invoice) seja feita manualmente, isso favorece muito pois soa como algo maisInvoice familiar. Ainda no aspecto da nota, existe uma portaria brasileira (portaria MF nº 156) e (Instrução Normativa SRF Nº 096) que cita a isenção de impostos para produtos inferiores a U$ 50,00 (cinquenta dólares). Esse assunto é muito discutido pois essa portaria é de 1999, mas existe um Decreto—Lei Nº 1804 no qual menciona a isenção de remessas internacionais de bens de até U$ 100,00 (cem dólares), e por isso, existem muitos casos de pessoas que entram com ações contra a União para rever a cobrança de taxas e a grande maioria ganha. Vale lembrar que o envio precisa ser feito de pessoa física para pessoa física, caso contrário as disposições acima não são válidas. Apesar disso, sugiro que tente manter o valor por volta dos U$ 50,00, caso seu produto seja pequeno e não tão pesado. E por último, para que você possa importar da China com mais tranquilidade, peça para utilizar descrições genéricas na invoice, pois assim reduz a probabilidade de cálculos de impostos mais precisos.

Espero que tenha ajudado a sanar algumas dúvidas sobre como importar da China. Em breve, estaremos disponibilizando mais informações. Um grande abraço e até mais.

 

Alguma dúvida ou sugestão? comente abaixo!

Gostou? Compartilhe!